Bebê de 12 dias que havia desaparecido de hospital de Brasília é encontrado

Lígia Formenti

O bebê que havia desaparecido do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), em Brasília, foi encontrado por policiais na manhã desta quarta-feira (7). De acordo com o diretor do hospital, José Adorno, o recém-nascido voltou a ser internado na unidade, para avaliação. Uma mulher acusada pelo crime foi presa pela polícia nesta manhã.

O caso foi investigado pela Divisão de Repressão de Sequestros do Distrito Federal. O bebê, de 12 dias, desapareceu na manhã de terça-feira (6), no momento em que a mãe da criança havia se ausentado por minutos do quarto que dividia com a criança.

Uma enfermeira notou o desaparecimento quando foi até o quarto para retirar um equipamento que permitia a administração de medicamentos na veia da criança. Nessa hora, a mãe também retornou para o quarto. O bebê deveria receber alta nesta quarta-feira.

O diretor informou que mãe e bebê dividiam o quarto com outra mulher que igualmente acompanhava seu filho, também recém-nascido. Esta paciente é considerada a principal testemunha. Após o desaparecimento, ela foi ouvida por policiais.

Referência

O desaparecimento aconteceu no segundo andar do hospital, referência em Brasília. Adorno afirma haver um número suficiente de vigilantes.

No andar onde o desaparecimento ocorreu, câmeras estão instaladas, mas não estão em operação. A mãe da criança recebeu acompanhamento de psicólogos do hospital.

As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos