PUBLICIDADE
Topo

Correção: Líder tucano defende mudança em fundo eleitoral

Julia Lindner

Brasília

26/06/2017 19h16

O texto enviado anteriormente continha incorreção. A proposta para o fundo eleitoral é é de R$ 3,5 bilhões, e não R$ 3,5 milhões, como constou. Segue o texto corrigido:

O líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli (SP), considera que as conversas sobre a minirreforma política já estão "encaminhadas", porém ainda é preciso aperfeiçoar alguns pontos sobre como será a distribuição do fundo eleitoral proposto pelo líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), estimado em R$ 3,5 bilhões.

Pelo texto de Jucá, metade do fundo seria dividida igualmente para os 35 partidos com registro; e outra parte seria dividida proporcionalmente ao tamanho das bancadas das siglas na Câmara e no Senado um ano antes da eleição.

O tucano avalia que deve ser considerada a composição da bancada logo após a eleição anterior, pois muitos parlamentares mudam de partido ao longo do mandato. "Queremos que a data seja a data de eleição dos deputados. Tem que ser do ano da eleição", destacou Tripoli. Ele disse que este é um posicionamento do partido como um todo.