Nos livros, A SP que encanta Ronnie Von

Edison Veiga

São Paulo

Trata-se de um espaçoso cômodo de sua imponente mansão no bairro do Morumbi, na zona sul paulistana. Entre vetustas enciclopédias e muitos dicionários, clássicos da literatura mundial e livros de arte, em seu acervo de 2,5 mil volumes, carinho mesmo Ronnie Von, aos 72 anos, devota às dezenas de obras que tratam de São Paulo, a cidade que o acolheu 52 anos atrás.

"O amor por São Paulo me devolveu não digo a vida, mas a confiança em mim mesmo. Sou um carioca que gosta mais de São Paulo", comenta, enquanto, inquieto, puxa um e outro exemplar das imponentes estantes que ocupam todas as paredes do sóbrio - porém aconchegante - ambiente.

Este amor é facilmente percebido por quem acompanha o dia a dia de Ronnie à frente do programa Todo Seu, que ele comanda desde 2004 na TV Gazeta. Não apenas pelas pautas, invariavelmente abordando a capital paulista. Mas também pelo cenário, que de remodelação em remodelação sempre mantém a essência: imagens que aludem a símbolos da pauliceia, como o Teatro Municipal, o Monumento às Bandeiras e o Museu de Arte de São Paulo (Masp).

"De todos os lugares, onde eu mais me sinto em casa é na minha biblioteca, entre meus livros. Mas de São Paulo eu tenho um fascínio pelo centro antigo. Acho tão lindo tudo aquilo. Mas como, no presente, está tudo muito degradado, recorro às fotografias para me sentir recompensado", filosofa ele.

A maior relíquia é um exemplar do Livro de Ouro do Estado de São Paulo 1889-1914, editado pelo governo paulista em 1914 e levemente carcomido por brocas. Traz histórias e curiosidades de muitos pontos da cidade. "Os palacetes, a Avenida Higienópolis, o Palácio do Governo...", enumera. Ronnie herdou o livro da coleção do pai, o dentista e radialista José Maria Cintra Nogueira (1916-2015). "Ele me deixou ainda uma biblioteca com mais de 6 mil livros. Está tudo na casa dele", conta.

Mas um passar de dedos pelas lombadas revela outras preciosidades, como o há muito esgotado Álbum Iconográfico da Avenida Paulista e o não menos reconhecido Anhangabahu, ambos publicados nos anos 1980 pelo arquiteto e historiador Benedito Lima de Toledo.

Dois ou três nichos à esquerda e lá está Horácio Sabino, Urbanização e Histórias de São Paulo, de Carolina Andrade. Mais um pouquinho e temos Paixão por São Paulo, de Luiz Roberto Guedes; No Ar: 60 Anos do Aeroporto de Congonhas, de Giselle Beiguelman; São Paulo, Literalmente, de João Correia Filho; Insólita Metrópole, crônicas de Paulo Bomfim organizadas por Ana Luiza Martins.

Quando aponta para Avenida Paulista, 120 Anos de História, de Angelo Iacocca, seus olhos brilham ao falar sobre o logradouro símbolo da cidade. "Tenho pelo menos cinco livros sobre a Paulista", diz, orgulhoso, o apresentador - que diariamente vai ao endereço, já que é lá que ficam os estúdios de sua emissora. Um desses livros, aliás, é justamente Av. Paulista, 900: A História da TV Gazeta, escrito por Elmo Francfort.

Também há espaço para obras sobre arquitetura - em geral, de paulistanos ligados à cidade, como Ruy Ohtake e Decio Tozzi. Paixão esta que Ronnie aprendeu com o irmão, o arquiteto Tony Nogueira. É Tony quem assina o projeto da casa de Ronnie, onde ele vive há oito anos. A biblioteca, entretanto, já esteve em outros endereços. "Comecei a montar meu acervo há uns 25 anos. Boa parte do que tenho, ganhei de presente", revela Ronnie.

Mais espaço

Aliás, presentes que não param de chegar. Seu camarim na Gazeta não tem mais espaço para livros. "São quatro estantes cheias e pilhas amontoadas no chão. Se eu trouxer mais livro para casa minha mulher (Maria Cristina Rangel, a Kika) tem um ataque", ri.

Para acomodar os livros, Ronnie confidencia que tem um sonho: gostaria de colocar umas estantes também em sua ampla garagem de 500 metros quadrados, onde repousam seus quatro carros (lá, por enquanto, sobre uma mesinha, estão apenas dois livros, também ligados à cidade, mas sob um viés automobilístico: Entre Ases e Reis de Interlagos, de Bird Clemente; e Automóveis de São Paulo, de Malcolm Forest).

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos