Eunício e Maia se reúnem durante pronunciamento de Temer

Thiago Faria

Brasília

Enquanto o presidente Michel Temer atacava a denúncia apresentada contra ele pelo procurador-geral da República, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), estavam reunidos em almoço com líderes partidários para discutir a reforma política.

O encontro, marcado para tentar um acordo sobre o modelo eleitoral que deve ser adotado em 2018, começou por volta de 12h30 e só acabou depois das 16h.

Questionado na saída sobre o pronunciamento de Temer, Eunício disse que nem ele e nem Maia acompanharam.

"Sinceramente, não vimos (o pronunciamento). Me avisaram duas e pouco da tarde e estávamos no meio de um debate, com pessoas inscritas para falar. Então, ninguém ouviu ou discutiu o pronunciamento do presidente Temer", afirmou o presidente do Senado.

Sobre a estratégia de Temer de atacar a denúncia, Eunício disse que não gostaria de comentar. "Não sou advogado do presidente Michel Temer. Cabe a ele colocar as posições que ele acha pertinente", disse.

Maia deixou o encontro, ocorrido na residência oficial do Senado, sem falar com a imprensa. Também participaram do almoço o líder do PMDB, Renan Calheiros (PMDB-AL), o presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-presidente José Sarney, entre outras lideranças de partidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos