'Não há pressa', diz Eunício sobre sabatina de Raquel Dodge

Julia Lindner e Thiago Faria

Brasília

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou que a leitura da indicação da subprocuradora Raquel Dodge para a vaga de procuradora-geral da República deve ficar para a próxima semana. Segundo Eunício, a tramitação ocorrerá "sem nenhum atropelo".

"Não tem pressa, ainda temos procurador-geral", justificou o parlamentar. O mandato do atual PGR, Rodrigo Janot, vai até setembro deste ano.

Eunício disse que não sabe se a votação no plenário ocorrerá antes do recesso parlamentar, previsto entre os dias 18 a 31 de julho. "Se der tempo, faremos antes do recesso, se não, na reabertura dos trabalhos", declarou à imprensa.

Ontem, após o anúncio de que havia sido escolhida pelo presidente Michel Temer para a PGR, Raquel se encontrou com Eunício no gabinete de senador. De acordo com o peemedebista, os dois trataram do trâmite da indicação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos