Professor é suspeito de abusar de cinco alunas no interior de SP

Sandro Villar, especial para o Estado

Presidenet Prudente

  • Filipe Redondo/Folhapress

Um professor de 36 anos é suspeito de abusar sexualmente de cinco alunas da Escola Municipal Jurandir Ferreira, em Lucianópolis, no centro-oeste de São Paulo. As meninas, de nove e dez anos, teriam sofrido os abusos entre maio e junho, dentro da unidade de ensino. Ele teve a prisão temporária decretada pela Justiça por estupro de vulnerável, mas está foragido.

Segundo as denúncias, o professor colocava as mãos nas partes íntimas das estudantes, quando elas eram chamadas para apresentar tarefas no fundo da sala de aula. As alunas se queixaram do professor, o único homem a lecionar na escola.

Além das vítimas, professoras e funcionários da escola também foram ouvidos.

"Ouvimos 14 testemunhas e decidimos pedir a prisão temporária desse professor", afirmou Paulo Calil, delegado de Duartina, que também atua em Lucianópolis.

O delegado não divulgou o nome do professor e trata o caso com discrição. "Primeiro vamos prender para depois dizer o nome. Não queremos uma nova Escola Base, como aconteceu em São Paulo", explicou.

Segundo o policial, o professor foi afastado, mas continua recebendo o salário.

O suspeito foi para a casa da família em Alvinlândia na semana passada. Ainda segundo o delegado, o pai de uma das estudantes foi à cidade ameaçar o professor, que fugiu.

"Logo será preso. Ele está em uma cidade da região de Marília", disse o delegado, que espera concluir o inquérito em 30 dias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos