USP propõe 50% de cota para aluno de escola pública

São Paulo

A Universidade de São Paulo (USP) pretende implementar, até 2021, 50% de cotas para alunos da rede pública em todos os cursos e turnos da instituição. É a primeira vez que a universidade prevê uma reserva de vagas para todas as graduações.

A mudança consta em minuta de resolução enviada aos integrantes do Conselho Universitário, instância máxima da USP. A proposta não indica reserva de cadeiras para pretos, pardos e indígenas, como ocorre nas universidades federais.

As universidades estaduais paulistas - USP, Unicamp e Unesp - prometeram em 2012 ter metade dos alunos da rede pública entre seus calouros até o ano que vem. A USP, no entanto, ainda está longe da meta: foram 36,9% de ingressantes de escolas públicas no último processo seletivo.

(Victor Vieira)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos