Temer recebe telefonema do líder da oposição na Venezuela, Leopoldo López

Carla Araújo

Brasília

Nesta sexta-feira, 14, o presidente Michel Temer recebeu um telefonema do líder da oposição na Venezuela, Leopoldo López. De acordo com mensagem divulgada pelo presidente no Twitter, López, que conseguiu prisão domiciliar no sábado, 8, "pareceu bem disposto e firme em sua luta pelo restabelecimento da democracia na Venezuela".

"López agradeceu apoio do Brasil nos dias mais difíceis no cárcere. Pediu corredor humanitário para envio de alimentos e remédios para o povo", afirmou o presidente. Segundo Temer, ele reafirmou a López o apoio do Brasil "à sua plena liberdade e repúdio a prisões políticas".

"O Brasil está ao lado do povo venezuelano. Há que respeitar o Estado de Direito, a democracia, os direitos humanos", completou o presidente. No último dia 9, milhares de apoiadores da oposição na Venezuela se reuniram nas ruas de Caracas para comemorar os cem dias de manifestação contra o governo de Nicolás Maduro e para celebrar a libertação do líder da oposição.

No dia 8, após o cumprimento de três anos em uma prisão militar, López conseguiu ir para a prisão domiciliar, em um movimento surpresa do governo em meio a crise no país. López cumpria uma sentença de quase 14 anos por supostamente ter estimulado a violência nas manifestações em 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos