Em ato na Paulista, senador Lindbergh Farias faz ataques ao juiz Sérgio Moro

Marcelo Osakabe e Gilberto Amendola

São Paulo

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) elevou o tom no ato em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desta quinta feira, 20, na Av. Paulista, e chamou o juiz Sérgio Moro de "covarde". "Sérgio Moro, o senhor é um covarde porque um juiz devia ser imparcial. Queria ver bloquear as contas do (senador) Aécio (Neves-PSDB-MG)", afirmou o petista, em referência a decisões recentes da justiça de bloquear bens de Lula, após a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão, na semana passada. Lindbergh chamou também o presidente Michel Temer de "personagem menor", a serviço do grande capital que está no poder.

"Eles não estão nem aí se o Brasil está voltando para o mapa da fome", prosseguiu, afirmando que, se as elites quiserem ter estabilidade no País, terão que disputar nas urnas. "Desconfio que vocês vão ter que mudar de discurso (sobre as reformas)", acrescentou. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou há pouco ao evento e deve discursar em instantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos