Lideranças do PT lamentam morte de Marco Aurélio Garcia

Marianna Holanda

São Paulo

Em coletiva de imprensa convocada para comentar a situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Justiça, diversas lideranças do PT aproveitaram a ocasião para prestar homenagens a um dos fundadores do partido, Marco Aurélio Garcia, que morreu nesta quinta-feira vítima de um ataque cardíaco.

"Vai fazer muita falta no PT", disse a presidente nacional da legenda, senadora Gleisi Hoffmann (PR). "Era uma pessoa muito presente. Nos ajudava muito com suas avaliações principalmente na área internacional", afirmou também. Ela disse que o PT está em contato com o filho de Garcia para as providências em relação ao velório.

Líder do partido na Câmara, o deputado Carlos Zarattini (SP) afirmou que Garcia foi o grande formulador da política do PT. "Sempre desempenhou papel importante na organização do nosso pensamento e na formulação da política externa dos governos Dilma e Lula. Foi graças a ele que o País obteve sucesso na política exterior nos 13 anos de governo petista", afirmou.

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP), por sua vez, disse que dificilmente alguém vai falar de política externa, principalmente na América Latina, sem falar de Marco Aurélio Garcia. "Ele ajudou a escrever a política na América Latina", declarou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos