Ministro Aloysio Nunes tem crise de diverticulite, mas caso não é cirúrgico

Lu Aiko Otta

Brasília

O caso de diverticulite do ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, não é cirúrgico, segundo informou ele próprio aos participantes da reunião de cúpula da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), que ocorre nesta quinta-feira, 20, no Itamaraty. "É desagradável, mas nada grave" disse ele ao microfone. O ministro acrescentou que se trata de um processo inflamatório e que sentia um pouco de febre. Por isso, iria para casa seguir a recomendação médica de descanso.

Aloysio Nunes passou mal na manhã desta quinta durante a reunião da CPLP e foi atendido pelo serviço médico da Câmara dos Deputados. Por enquanto, está mantida a previsão de viagem dele logo mais à tarde para Mendoza, na Argentina, onde participa da reunião de cúpula do Mercosul ao lado do presidente Michel Temer e outros ministros. O Brasil vai assumir a presidência pro tempore do bloco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos