Para PT, Moro causa 'asfixia econômica' de Lula

Gilberto Amendola

São Paulo

O PT criticou a decisão do juiz Sérgio Moro de confiscar o dinheiro das contas bancárias e os bens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o partido, o magistrado promove "asfixia econômica" do ex-presidente. Em nota, a legenda chamou a decisão de "mesquinha".

"Moro decretou uma pena de asfixia econômica que priva o ex-presidente de sua casa, dos meios para subsistir e até para se defender das falsas acusações. Foi uma decisão mesquinha", diz a nota partidária.

Atos

O PT, sindicatos e movimentos sociais programaram para hoje atos no País em defesa do ex-presidente, pela saída do presidente Michel Temer, por eleições diretas e contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Em São Paulo, a manifestação está marcada para a Avenida Paulista, a partir das 17h, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp). Os organizadores contam as presenças do próprio Lula e a presidente cassada Dilma Rousseff.

O presidente estadual do PT, Luiz Marinho, disse que os organizadores não esperam um grande público no ato. "Não precisamos nos preocupar com o número (de pessoas), mas em manter as pessoas atentas e mobilizadas."

No dia 27 será a vez do Vem Pra Rua, movimento que apoio o impeachment, ir às ruas. O grupo diz que o movimento é "pela saída de Temer, a prisão de Lula, e o andamento célere das condenações e prisão dos diversos bandidos que tomaram de assalto o nosso País".

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos