Henrique Meirelles deixa casa de Temer depois de se reunir com Skaf

Valmar Hupsel Filho

São Paulo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deixou nesta noite de domingo, 23, a residência do presidente Michel Temer, em São Paulo, onde ficou por cerca de duas horas. No período em que o ministro permaneceu na casa estavam também o presidente da Federação das indústrias do estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e o advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, responsável pela defesa de Temer na denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por corrupção passiva.

Temer e Meirelles se reuniram com Skaf dias depois de a Fiesp criticar duramente o aumento de impostos sobre combustíveis, anunciado nesta semana pelo governo.

Na última quinta-feira, 20, a Fiesp divulgou nota assinada por Skaf na qual afirma estar "indignada" com a decisão da equipe econômica de aumentar impostos para cumprir a meta fiscal de 2017. Além disso, a federação inflou, na frente de sua sede em São Paulo, o pato amarelo, símbolo da campanha movida contra a alta de impostos.

Nem Meirelles nem Skaf quiseram falar com a imprensa ao deixar a residência do presidente.

Temer permaneceu em casa durante todo o dia. Pelo local passou também o economista e ex-ministro da Fazenda, Delfim Neto. Os encontros aconteceram fora da agenda oficial do presidente, que não previa compromissos neste domingo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos