Dinheiro foi para unidades de saúde e para sindicato

Thiago Faria

Brasília

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB-SP), teve empenhados R$ 3,7 milhões em emendas apresentadas por ele quando ainda estava no Senado. O valor é destinado em sua totalidade para o Fundo Nacional de Saúde, para estruturação de unidades no Estado de São Paulo.

No caso do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, responsável pela articulação do governo com o Congresso, o governo empenhou R$ 3,5 milhões em emendas. Entre os favorecidos por suas emendas está o Sindicato Rural de Itapetinga, no interior da Bahia, com R$ 300 mil. Ele também destina recursos para estruturação de unidades de saúde no Estado e para projetos de desenvolvimento sustentável em Bom Jesus da Lapa (BA). Por meio de sua assessoria, Imbassahy afirmou que os empenhos das emendas feitos pelo governo já estavam previstos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos