É impossível cobrir tudo o tempo todo, diz ministro da Justiça

Constança Rezende

Rio

  • Foto: ABr

    O ministro Torquato Jardim

    O ministro Torquato Jardim

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, disse nesta terça-feira, 1º, que foi ao Rio para "enfatizar o esforço do governo federal" no combate ao crime.

Não divulgou, porém, índices de criminalidade sobre os primeiros quatro dias de reforço das Forças Armadas na segurança do Estado.

Quando lhe perguntaram se a operação já apresenta resultados positivos, o ministro disse apenas que os índices de criminalidade "ainda estão sendo anotados".

Jardim negou que os militares tenham falhado em dois roubos de carga ocorridos nas primeiras horas da segunda-feira, 31. Àquela hora, as tropas já tinham se recolhido para dormir.

"Não falhamos. É impossível cobrir 100% tudo o tempo todo. Podemos pensar (na possibilidade de as tropas atuarem durante a madrugada), mas há sempre uma relação de custo e benefício a ser considerada", afirmou.

O ministro divulgou números de outra operação, promovida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em quatro rodovias de acesso ao Rio. A ação já dura 23 dias.

"A Polícia apreendeu 36 toneladas de maconha, 270 quilos de cocaína, 32 quilos de crack e 76 armas de fogo, incluindo fuzis e pistolas. Tivemos 163 veículos recuperados e 1.572 pessoas foram presas, ou em flagrante ou com mandados de prisão", disse.

Segundo ele, grande parte da carga apreendida teria como destino o Rio de Janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos