Presidente do Senado critica estratégia da oposição para tentar impedir votação

Renan Truffi

Brasília, 01 (AE)

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), criticou a estratégia da oposição de tentar impedir a formação de quórum mínimo para a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, marcada para a manhã desta quarta-feira, 2.

"Depois de um recesso parlamentar legítimo, não é correto que o Congresso não dê quórum de pelo menos 65% ou 70% de seus componentes", afirmou Eunício na noite desta terça-feira, 1, ao chegar para um jantar com deputados da base aliada do governo na casa do vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG).

Eunício disse que foi convidado para o jantar pelo próprio presidente Temer, mas negou que esteja ajudando a convencer os indecisos. "Seja qual for o resultado, temos que ter uma agenda para os brasileiros."

O encontro terá a presença de aproximadamente 80 deputados, segundo Ramalho, e servirá para unir a base aliada antes da votação da denúncia contra o presidente no Congresso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos