Base reclama de falta de registro de presença de parlamentares da oposição

Eduardo Rodrigues

Brasília

Deputados da base do governo reclamam que parlamentares da oposição, que já usaram a palavra no plenário, ainda não tiveram a presença computada no quórum da sessão da Câmara que analisa a denúncia contra o presidente Michel Temer. A estratégia da oposição é não registrar presença no plenário para impedir que a denúncia seja colocada em votação antes do fim do dia. Pelo rito definido pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), serão necessários 342 deputados em plenário para começar a votação da denúncia.

O líder do PT, deputado Carlos Zarattini (SP), por exemplo, já apresentou uma questão de ordem, mas continua como ausente na sessão. Os deputados da base também questionam o fato do deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS) também já ter usado a palavra no plenário e sua presença não estar registrada.

Já os deputados da oposição alegam que a presença só deve ser computada a partir do momento do uso da palavra na tribuna e não em manifestações entre os discursos.

No momento, há 281 parlamentares na Casa e 201 com presença registrada no plenário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos