Yeda Crusius (RS), primeiro voto do PSDB, é a favor do parecer sobre Temer

Fernando Nakagawa e Eduardo Laguna

Brasília

O PSDB começou bem dividido na votação do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O primeiro voto do partido, da deputada gaúcha Yeda Crusius, foi a favor do parecer. O segundo voto dos tucanos, ao contrário, da deputada paulista Mara Gabrilli, foi contra o parecer. Ou seja, a parlamentar de São Paulo é a favor da investigação contra o presidente Michel Temer.

Antes, a deputada Shéridan Estérfany Oliveira de Anchieta (PSDB-RO) foi a primeira representante tucana a ser chamada para anunciar o voto. A parlamentar, porém, não está presente no plenário.

O PSDB não fechou questão sobre o tema e houve apenas a orientação da bancada para o voto contra o parecer. Ou seja, voto pela admissão do processo contra o presidente Michel Temer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos