Imigrante sírio é hostilizado em Copacabana e comparado a 'homem-bomba'

Fábio Grellet

Um sírio que mora no Rio foi hostilizado enquanto trabalhava vendendo esfihas e outros salgados árabes na rua, em uma esquina do bairro de Copacabana, na zona sul do Rio, na última sexta-feira, 28. Muito exaltado, um brasileiro armado com dois pedaços de pau reclamou aos gritos: "Saia do meu país! Eu sou brasileiro e estou vendo meu País ser invadido por esses homens-bomba que mataram, esquartejaram crianças, adolescentes. São miseráveis".

Outros homens apoiaram o brasileiro. Pessoas que passavam pelo local filmaram o episódio, que repercutiu nas redes sociais.

Aparentemente, o brasileiro reclamou do sírio por conta da concorrência na venda de alimentos na esquina das Rua Santa Clara com a Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Um grupo chegou a jogar no chão os pertences do imigrante. "Essa terra aqui é nossa. Não vai tomar nosso lugar não", afirmou ainda o brasileiro mais exaltado, que em nenhum momento se identificou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos