Casas de prostituição são 'emparedadas' com blocos de concreto em Santana

Ana Paula Niederauer

A Prefeitura de São Paulo emparedou na quarta-feira, 9, com blocos de concreto, duas casas de prostituição entre as ruas Jovita e Gabriel Piza, em Santana (zona norte).

No total, 15 estabelecimentos já haviam sido fechados administrativamente por irregularidades, como falta de licença de funcionamento. A ação dos fiscais continua no local com apoio da Policia Militar (PM) e Guarda Civil Metropolitana (GCM).

Em nota, a Prefeitura Regional Santana Tucuruvi informou que os locais já haviam sido notificados e multados anteriormente e, como não atenderam normas administrativas, foram fechados. Ocorre que em flagrante desrespeito à interdição, duas casas noturnas afastaram os muros de concreto colocados pela Prefeitura e continuavam a funcionar.

Ainda de acordo com a nota, a fiscalização continuará até encerrar o emparedamento de todos os estabelecimentos que estão desrespeitando a ordem de fechamento anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos