PUBLICIDADE
Topo

Volume de viagens não implica em desatenção com a cidade, afirma Doria

Entre outras cidades, Doria (e) esteve em Fortaleza, com o presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati - Thays Lavor/Colaboração para o UOL
Entre outras cidades, Doria (e) esteve em Fortaleza, com o presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati Imagem: Thays Lavor/Colaboração para o UOL

Caio Rinaldi

São Paulo

24/08/2017 16h38

Questionado sobre o volume de viagens que tem feito durante seu mandato de prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) afirmou nesta quinta-feira (24) que elas ocorrem pois ele tem uma "dinâmica diferente" de outros ocupantes de cargos executivos no País, o que lhe permite estar presente nas questões pertinentes da cidade, mesmo a distância.

"Eu tenho meu próprio avião, tenho helicóptero. Isso me dá mais facilidade de deslocamento e minha mobilidade é maior", disse.

Na avaliação de Doria, as viagens ao exterior e a outros Estados do País não implicam em estar desatento à cidade. "Tenho wi-fi no avião, consigo me comunicar com os secretários e estar presente na vida da cidade."

O prefeito, inclusive, salientou que mantém contato frequente com os secretários da Prefeitura. "Cobro muito meus secretários, dia e noite, inclusive nos finais de semana. Pergunte a eles."

Doria afirmou estar convencido da efetividade de seu estilo de governar e disse que continuará a fazê-lo. "Sou descentralizador. Comando mas descentralizo", disse.