Papa elogia processo de paz na Colômbia

Fernanda Simas, enviada especial

Bogotá

Em seu primeiro evento durante sua visita à Colômbia, nesta quinta-feira, 7, o papa Francisco agradeceu o convite do presidente Juan Manuel Santos e afirmou que chega ao país em "um momento particularmente importante". Ele referiu-se ao recente acordo de paz com as Forças Armadas revolucionárias da Colômbia (Farc) - ex-guerrilha que na semana passada lançou seu partido político.

Francisco elogiou o processo de paz e pediu que os colombianos "não caiam na tentação da vingança e da busca por interesses particulares".

Em seguida, o papa dirigiu-se para cerca de 40 mil pessoas na Praça Bolívar, em especial aos jovens do país, que eram pelo menos a metade do público no local, e pediu sua ajuda para superar as diferenças e a violência. "Por favor mantenham viva a alegria", pediu o pontífice, acrescentando que o barulho que escutava da plateia só poderia ser produzido por jovens.

O papa foi muito aplaudido e mais de uma vez pediu que as pessoas repetissem com ele algumas preces. Francisco lembrou que a Colômbia "viveu tempos difíceis, obscuros", mas reforçou que é preciso deixar isso para trás e continuar avançando.

Antes do discurso, o papa percorreu a Praça com o papa móvel e visitou a Catedral. Os presentes no local aplaudiram diversas vezes, cantaram e balançaram bandeiras em formato de mãos com as cores colombianas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos