'Pega Ladrão', grita motorista na rua de Joesley

Dayanne Sousa

São Paulo

Um grito de "pega Ladrão" rompeu o silêncio na rua de casas de luxo, cercadas por muros altos, onde mora o empresário Joesley Batista. Era o protesto de um motorista que chegava na casa vizinha à do dono da J&F.

O movimento na rua é de poucos carros e de moradores que passeiam com cachorros. A maioria interage com os cerca de vinte profissionais da imprensa que aguardam por notícias no local.

Dois carros saíram da residência do empresário há poucos minutos, mas Joesley não estava neles. Um motorista levava uma criança no banco de trás, provavelmente o filho de Joesley. Outro carro era dirigido por uma mulher.

O empresário Joesley Batista, dono do grupo J&F, e o executivo Ricardo Saud estão em São Paulo e pretendem se entregar à Polícia Federal, conforme informou o "O Estado de S. Paulo".

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu atender ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e determinou a prisão dos dois delatores do grupo J&F.

Segundo o jornal apurou, ainda está em discussão onde Joesley e Saud poderiam se entregar às autoridades: se em São Paulo ou em Brasília.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos