Polícia Ambiental detém 14 suspeitos e resgata 27 galos em rinha de Boituva

José Maria Tomazela

Sorocaba

Uma operação da Polícia Ambiental resgatou 27 galos índios que eram usados para brigas numa rinha, na zona rural de Boituva, interior de São Paulo. Na ação, na tarde deste sábado (9), 14 pessoas foram detidas e multadas. Como as aves apresentavam sinais de maus tratos, elas ainda vão responder a processo por esse crime. Os policiais se deslocaram até o local depois de receberem denúncias anônimas. Na chácara, foram encontradas arenas - espécie de ringue - onde os galos eram colocados para brigarem entre si.

Foram achados ainda murais com os nomes dos apostadores, a identificação das aves e os valores das apostas. Os galos estavam amontoados em engradados de madeira e caixas de papelão, sem água e alimentos e em local com pouca ventilação. Os policiais apreenderam também medicamentos que era aplicados nas aves após as brigas, entre eles coagulantes para estancar o sangue, seringas, tesouras, biqueiras e esporas de plástico. Alguns galos tinham as esporas naturais amputadas.

Os 14 suspeitos foram multados em R$ 3 mil cada um pelo crime ambiental. Destes, sete foram identificados como donos dos galos e receberam multa adicional de R$ 3 mil por ave apreendida. As aves passaram pela avaliação de um veterinário e o laudo será juntado ao inquérito a ser aberto pela Polícia Civil. A defesa dos suspeitos informou que vai entrar com recurso administrativo e pedir a anulação das multas. Informou ainda que os galos estavam bem cuidados e não ficou caracterizado o crime de maus tratos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos