Vice em chapa de Meirelles seria de outra região do Brasil, diz Kassab

Marcelo Osakabe

São Paulo

Após confirmar o convite do PSD para que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, concorra à Presidência da República no ano que vem pelo partido, o ministro da Ciência, Tecnologia, Informação e Comunicações, Gilberto Kassab, negou que possa ser o vice da chapa.

Segundo Kassab, Meirelles "é um nome com vinculação muito grande com São Paulo". "Acho que a vice seria de outra região", ponderou. "Mas isso não está colocado agora, até porque não é uma questão definitiva."

Hoje, a bancada do PSD realizou um almoço em Brasília, onde fez o convite a Meirelles. Pelo Twitter, o ministro disse ter ficado "muito honrado" com as palavras da bancada, mas negou que seja pré-candidato ao cargo.

Temer

Questionado sobre a delação do corretor Lúcio Funaro, que afirmou que o presidente Michel Temer dividiu propina da Odebrecht com Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), Kassab disse ser ""um brasileiro que apoia a Operação Lava Jato", mas que não acredita na versão do delator. "Não acredito que o presidente Temer tenha dividido propina com ninguém. É evidente que as pessoas falam, mas depois tem toda uma avaliação, investigação (...) eu não acredito."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos