UPP já registra dois feridos em tiroteio na Rocinha, no Rio

Fernanda Nunes

Rio

Equipes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) socorreram um homem na favela da Rocinha, na zona sul do Rio, onde, desde o início da manhã deste domingo, 17, um tiroteio entre traficantes assusta moradores. Segundo a assessoria de imprensa da UPP, há informações de outro baleado, "porém, os policiais ainda não conseguiram localizar o corpo". "Policiais do grupamento aeromóvel seguem acompanhando a movimentação na reação", traz a nota, que não informa, porém, se há mortos.

O confronto entre traficantes começou no início da manhã. Por volta das 6h, a unidade da UPP na Via Ápia, um dos principais acessos à Rocinha, foi atacada, o que intensificou ainda mais o tiroteio, dessa vez, envolvendo também policiais militares, de acordo com a assessoria da UPP.

Nas redes sociais, moradores divulgam vídeos com cenas do confronto. A página do Facebook criada para alertar a população para áreas de riscos na cidade, a OTT (Onde Tem Tiroteio), mostra a movimentação de marginais (https://www.facebook.com/OTTRJ/videos/1513290062043713/). Na página Rocinha Alerta, internautas postaram cenas de moradores impedidos de subir a favela e retornas às suas casas (https://www.facebook.com/rocinhaalerta/videos/801241523387126/).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos