Meirelles: Raquel vai atuar dentro da serenidade e rigor com que sempre se pautou

Carla Araújo, Rafael Moraes Moura e Beatriz Bulla

Brasília

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse na manhã desta segunda-feira, 18, acreditar que a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, "vai atuar dentro da serenidade e rigor com que ela sempre se pautou". Meirelles, assim como fez o presidente Michel Temer em seu discurso na cerimônia de posse da procuradora, disse que o País vive um momento histórico também pelo fato de Raquel ser a primeira mulher a assumir a PGR. "Ela fez um discurso institucional muito importante, definindo regras básicas no estado de direito, do papel da PGR", afirmou.

O ministro disse ainda que se sentia "honrado por estar presente e participar desse evento e prestigiar a posse". "Importante é que o País hoje deu uma amostra de constitucionalidade e segurança institucional", frisou.

Meirelles, que tem sido apontado como provável candidato à Presidência em 2018, desconversou a respeito de uma possível candidatura e repetiu que hoje atua como ministro da Fazenda.

Para o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB-CE), a procuradora-geral será "dura, mas democrática", e a sua posse "inicia um novo momento do País". "Ela disse aquilo que todos nós esperávamos: que ninguém esteja acima da lei e que ninguém esteja abaixo da lei. Nem o presidente da República nem ninguém. Ela será dura, mas democrática", comentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos