Professora também estaria entre as vítimas fatais de incêndio em creche

Ana Paula Niederauer, Bibiana Borba e Leonardo Augusto, especial para a AE

São Paulo e Belo Horizonte

O incêndio intencional provocado em uma creche municipal de Janaúba, no norte de Minas Gerais, na manhã desta quinta-feira, 5, teria causado a morte de pelo menos cinco pessoas - quatro crianças e uma professora morreram no local. Cerca de 40 pessoas estariam feridas, segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros.

Um segurança da escola é o principal suspeito de ter ateado fogo nas crianças, disseram os bombeiros. Depois de jogar gasolina nos alunos e provocar as chamas, ele teria ateado fogo no próprio corpo.

O homem, que tria problemas mentais, foi internado em estado grave. Em relatos de moradores publicados em redes sociais, há a informação de que o funcionário da escola havia sido exonerado do cargo e estava revoltado.

Cerca de 50 alunos, além de professores e funcionários, estavam no recreio no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente no momento em que ocorreu o incidente.

Viaturas, bombeiros e policiais militares e civis de ao menos cinco cidades foram acionados. A central de imprensa da Polícia Militar de Minas Gerais afirmou, no final da manhã, que está mobilizada e que irá divulgar informações sobre o caso assim que for possível confirmá-las. O prefeito Carlos Isaildon Mendes está no local e, contatado pela reportagem, disse que vai se pronunciar nas próximas horas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos