Governo de São Paulo deve começar a receber projetos para novo Ceasa

Gustavo Porto

Ribeirão Preto

O governo de São Paulo publicou nesta sexta-feira, 6, no "Diário Oficial" o chamamento público para que empresas apresentem estudos de implantação, operação e manutenção do Novo Centro de Abastecimento Alimentar em São Paulo - Novo Ceasa, em parceria com a iniciativa privada. A medida antecede a publicação do edital de concessão para a construção da unidade que substituirá a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), localizada no bairro da Lapa, na capital paulista.

Os interessados terão até 23 de outubro para solicitar autorização ao governo paulista, que terá mais cinco dias para publicar a lista de participantes aprovados. Depois, os participantes terão 60 dias para apresentar propostas e o Estado o mesmo tempo para avaliar as sugestões e chegar à modelagem final do edital. Os autores das propostas utilizadas na elaboração do edital de concessão serão ressarcidos pelo futuro concessionário no limite de até R$ 2,5 milhões.

Na primeira etapa poderão participar empresas interessadas no projeto consultorias, futuros concorrentes à operação de concessão, agentes financiadores, entre outros. Os participantes apresentarão estudos de construção, implantação, modelagem operacional, econômico-financeira, jurídica e, principalmente, uma alternativa de espaço de funcionamento, já que a atual localização da companhia, em região de grande fluxo de veículos na cidade de São Paulo, provoca gargalos logísticos.

Segundo o edital, os participantes do estudo terão de procurar alternativas de localização conectadas ao Rodoanel Mário Covas por acessos já existentes, para facilitar a chegada e a distribuição dos produtos no Novo Ceasa. Deverão, ainda, apresentar dados sobre como a localização proposta pode contribuir para melhorar o tráfego na cidade de São Paulo, estudos de impacto ambiental, eventuais desapropriações e possibilidade de uso do modal ferroviário.

O Ceasa foi construído pelo governo paulista na década de 1960, quando o bairro da ainda era afastado. Nos anos 1990, o espaço passou à União, sob o atual nome de Ceagesp. Atualmente, são movimentadas no local ao menos 7 milhões de toneladas de alimentos por ano. A competência pela gestão da logística de abastecimento e distribuição de alimentos é das três esferas do poder público. Coube ao Estado os estudos e preparação da licitação, enquanto o município coordena um grupo de trabalho para estudar alternativas de ocupação do atual terreno do Ceagesp, para quando ele for gradualmente transferido para o novo local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos