Conta de água vai ficar 7,9% mais cara em SP

Fabio leite

São Paulo

A conta de água vai ficar mais cara em São Paulo a partir de novembro. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), responsável pelo abastecimento de 367 das 645 cidades paulistas, teve aval para reajustar a tarifa em 7,9%.

 

Com o aumento, o valor da conta de água e esgoto para clientes residenciais da Grande São Paulo que consomem até 10 mil litros por mês (54% do total) subirá de R$ 44,76 para R$ 48,29. As novas tarifas serão publicadas hoje no Diário Oficial e entrarão em vigor em 30 dias. A inflação estimada para o período é de 4%.

 

A Sabesp pleiteava reajuste de 10,4%. Em maio do ano passado, meses após o governo estadual anunciar o fim da crise hídrica, um aumento de 8,4% na conta foi autorizado.

 

 

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos