Líder do PSDB do Senado, Paulo Bauer passa mal em dia de votação sobre Aécio

Renan Truffi, Julia Lindner e Thiago Faria

Brasília

O líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), passou mal nesta terça-feira, 17, horas antes do Senado iniciar votação sobre a aplicação de medidas cautelares contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG), seu colega de partido. Segundo informações da assessoria de imprensa do parlamentar, Bauer foi encaminhado a um hospital de Brasília, no início da tarde, pouco depois de participar de uma reunião na casa do presidente do Senado, Eunício Oliveira, na qual tratou da votação envolvendo o político mineiro.

"O Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) informa que o senador Paulo Bauer deu entrada no hospital no início da tarde desta terça-feira (17) apresentando quadro de dor torácica. Ele foi inicialmente diagnosticado com crise hipertensiva e está sendo submetido a uma série de exames. O senador, que há dois anos foi submetido à cirurgia de revascularização permanecerá internado no ICDF para observação", diz o comunicado médico.

Bauer tem sido um dos principais articuladores de Aécio no Senado. O senador mineiro está afastado das funções parlamentares desde 26 de setembro, quando também passou a ser obrigado a se recolher em seu domicílio no período noturno. O senador precisa de 41 votos dos 81 senadores para derrubar a decisão da Corte e retomar o mandato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos