Ministro do STF discute com internautas sobre abordagem do tráfico em novela

Rafael Moraes Moura

Brasília

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), usou a sua conta pessoal no Twitter na madrugada deste domingo (22) para criticar a abordagem do tráfico de drogas na novela "A força do querer", cujo último capítulo foi reprisado no último sábado (21).

Antes de se tornar ministro do STF, Moraes foi secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo no governo Geraldo Alckmin e ministro da Justiça no governo de Michel Temer. Moraes já foi filmado com um facão em mãos cortando pés de maconha no Paraguai.

Na novela de Glória Perez, um dos maiores sucessos recentes de audiência da TV Globo, a atriz Juliana Paes interpretou a mulher de um traficante.

"Vocês concordam com o glamour do tráfico de drogas, banhado a sangue contra o trabalho sério do povo brasileiro?", questionou Moraes no Twitter.

Um internauta criticou a postura de Moraes nas redes sociais e afirmou que "jogar com as paixões populares sobre um ou outro crime não é papel de ministro do STF". Um outro internauta escreveu que "o pior mesmo é quando pessoas como você apoiam nossa política falida de guerra às drogas que leva milhares de brasileiros à morte todos os anos".

"Pelo jeito para você é melhor milhares morrerem. Talvez seja melhor trabalhar", rebateu Moraes. "A Constituição criminaliza o tráfico de drogas. Leia um pouco", completou o ministro.

Irônico, um outro internauta escreveu que na "próxima novela vamos ver a glamourização da política corrupta, participação especial STF".

A TV Globo não havia se pronunciado sobre as críticas de Alexandre de Moraes à novela até a publicação deste texto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos