Lula fala em referendo contra ações de Temer

Leonardo Augusto, especial para o Estado

Belo Horizonte

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou na segunda-feira, 23, em Ipatinga, em Minas, a segunda etapa da caravana que vem fazendo pelo País reafirmando que, se eleito, vai fazer um "referendo revogatório" para extinguir medidas tomadas pelo governo Michel Temer e pedindo para que a população não vote "nesse bando de picaretas" que cassou Dilma Rousseff.

A presidente cassada participou do primeiro dia da caravana pelo Estado. Um palanque foi armado na Praça Três Poderes, no centro da cidade, para a realização de um ato de apoio a Lula, acompanhado por centenas de pessoas. O governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), e o presidente da Assembleia, Adalclever Lopes (PMDB), também participaram do evento.

Lula disse que está se preparando para as eleições e que é melhor "eles" também se prepararem. "O Lulinha paz e amor voltou. Talvez nem tanta paz nem tanto amor", afirmou. "Eles não sabem o que é um pernambucano com a energia dos mineiros", disse. O ex-presidente afirmou também que estão fazendo uma "desgraceira" com o País e que por isso resolveu ser candidato novamente.

A caravana passará por 14 cidades - a maioria nos Vales do Mucuri e do Jequitinhonha. A caravana termina no dia 30, com ato em Belo Horizonte. Na primeira etapa da caravana, Lula esteve, em agosto, no Nordeste do País.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos