PUBLICIDADE
Topo

Câmara arquiva 2ª denúncia contra Temer; governo perde 12 votos ante 1ª denúncia

Caio Rinaldi

São Paulo

25/10/2017 21h59

Após pouco menos de três horas de votação no plenário da Câmara, os deputados votaram pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer, a favor do relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG). Foram computados 486 votos, dos quais 251 foram favoráveis ao parecer do relator; 233 contrários, duas abstenções e 25 ausentes. Ainda houve um parlamentar que não conseguiu registrar em tempo seu voto contrário ao arquivamento da denúncia, assim como o presidente da Casa, Rodrigo Maia, que citou o regimento interno da Câmara para não manifestar seu voto.

Os 251 votos em favor do governo nesta quarta-feira ficaram abaixo da marca verificada na votação da primeira denúncia, quando Temer conseguiu 263 votos. Já a oposição passou de 227 votos na sessão de 2 de agosto para 233 votos hoje.

Em 14 de setembro, Temer foi denunciado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por formação de quadrilha e obstrução de Justiça. Com o resultado, também escaparam da investigação no Supremo Tribunal Federal (STF) os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-geral da Presidência, Moreira Franco.

Para que a denúncia fosse encaminhada ao STF, o relatório de Bonifácio de Andrada deveria ser rejeitado por ao menos 342 deputados federais, a maioria qualificada que corresponde a dois terços dos 513 parlamentares na Casa.