Excesso de trabalho prejudicou saúde de Temer, diz senador Raimundo Lira

Leonencio Nossa

Brasília

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) chegou na tarde desta quarta-feira, 25, ao Hospital Militar de Área de Brasília (HMAB), no Setor Militar Urbano, em Brasília, onde o presidente Michel Temer está internado para exames, após se sentir mal, com dificuldades de urinar. Segundo o senador, a situação do presidente "não é grave". "Não é preocupante, é excesso de carga de trabalho e preocupação. Ele está dando o máximo para fazer o trabalho dele e isso prejudicou a saúde", afirmou o senador peemedebista ao chegar no hospital para uma visita.

Questionado se o problema de saúde do presidente poderia prejudicar a votação da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República na Câmara, Lira disse que "não atrapalha, são duas coisas distintas".

Temer deu entrada no hospital às 12h50 e as informações preliminares do hospital são de que o presidente não tem indicação cirúrgica.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos