Jornalista que desapareceu na Baixada Santista é encontrado

Luiz Alexandre Souza Ventura, especial para o Estado

O jornalista Jean Marco Sgarbi, de 25 anos, produtor da afiliada da Record TV em Santos, no litoral sul de SP, que havia desaparecido desde a semana passada, já está em casa com a família e passa bem. Ele mora com os pais em Praia Grande e tem uma filha de 11 meses.

De acordo com a polícia, Sgarbi foi localizado por amigos nessa terça-feira, 23, na região da Praça da Biquinha, em São Vicente. Ele chegou a dormir no mato, perto da Ponte Pênsil, que liga a cidade ao município de Praia Grande.

O jornalista publicou um vídeo no Facebook no qual agradece o apoio de pessoas conhecidas e anônimas. "Quero agradecer a todo mundo que se preocupou comigo e a todos que ajudaram meus pais nessa procura e nessa força de manter a fé. Obrigado a todo mundo", diz o jovem.

"Quero agradecer às minhas três famílias. Minha família de sangue por parte de pai, meus irmãos e minha sobrinha. Minha família de sangue por parte de mãe, que todos correram muito. E os amigos que eu fiz no dia a dia, que é minha terceira família, minha família de cotidiano. A todos vocês, muito obrigado. Sem essa ajuda, sem essa força de vocês eu tenho certeza que não teria acabado assim. Obrigado mesmo, de coração, a todo mundo", finaliza Sgarbi.

Em entrevista, a mãe do jornalista aproveitou para também expressar sua gratidão. "Obrigado pela atenção que vocês deram a esse momento crucial da vida de um pai e de uma mãe. Todos esses anjos, essas pessoas conhecidas, a família e os desconhecidos. Vemos que existe gente maravilhosa nesse mundo. Não tem o que pague isso", ressaltou Miriam Sgarbi.

Segundo ela, o jornalista enfrenta uma depressão "severa e profunda", que a família ainda não havia avaliado como perigosa. "Estamos sentido agora a gravidade dessa doença", destacou. "Muitas informações que surgiram nas redes sociais são erradas. A doença dele é depressão profunda. Essa é a verdade", afirmou Miriam.

Jean Sgarbi saiu de casa no dia 17 de outubro para ir ao trabalho, mas não apareceu no local. A família informou que o jovem fez contato por telefone na quarta-feira, 18, por volta de 23h, e disse que estava em um shopping, mas não voltou para casa. O carro do rapaz, um Ford Scort de cor azul, foi encontrado no domingo, 22, no estacionamento do Flash Hotel, em São Vicente, no Parque Bitaru, perto da Ponte Pênsil.

Funcionários do motel disseram que Jean se hospedou na madrugada de quinta-feira, 19, e saiu por volta de 12h do mesmo dia, sozinho, a pé, e informou que precisava buscar dinheiro para fechar a conta, mas deixou o veículo como garantia. Dentro do carro os policiais encontraram a carteira e os documentos do jornalista, além do chip do smartphone.

O caso foi registrado na Delegacia de Praia Grande, que comandou as investigações. O delegado vai ouvir o rapaz nos próximos dias. Em um primeiro momento, não há indícios de ele tenha sido vítima de algum crime.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos