Topo

Maia abre votação da denúncia mesmo antes do quórum de 342 deputados no plenário

Igor Gadelha, Daiene Cardoso, Isadora Peron, Julia Lindner

Brasília

2017-10-25T17:04:00

25/10/2017 17h04

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), abriu por volta das 16h50 desta quarta-feira, 25, a ordem do dia para votar a denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência). Maia abriu a ordem do dia antes mesmo de alcançar o quórum mínimo de 342 deputados necessário para iniciar a votação da denúncia.

Na hora que ele abriu a ordem do dia, apenas 328 deputados haviam marcado presença na sessão. Com isso, Maia colocou em votação requerimento que pede a retirada da denúncia da pauta da sessão. Com o requerimento, governistas querem testar o quórum, para saber que placar o governo pode obter em relação à denúncia. A votação do requerimento se dá de forma nominal.