Prefeitura interdita parque e clube restringe acesso por febre amarela em Jundiaí

José Maria Tomazela

Sorocaba

Duas grandes áreas de lazer estão com restrição de acesso em Jundiaí, interior de São Paulo, por causa do risco de febre amarela. A prefeitura interditou o Parque do Corrupira, muito procurado pela população para caminhadas e piqueniques, depois que 27 macacos foram encontrados mortos na região. Já a direção do Grêmio Clube de Campo acatou recomendação da Unidade de Vigilância em Zoonoses e vetou a entrada de pessoas não vacinadas em sua sede campestre, no Bairro Caxambu. Quatro macacos foram achados mortos nas matas do local.

De acordo com o clube, a restrição é por tempo indeterminado e atinge apenas os frequentadores que não comprovem terem sido vacinados há, pelo menos, dez dias da data do acesso. Após a confirmação da morte de um macaco com febre amarela nas matas do clube, uma equipe da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) encontrou no local populações de mosquito Sabethes, que é transmissor da doença. De acordo com a direção, o veto é temporário e visa a evitar a exposição dos frequentadores à possível contaminação.

Macacos

Em Itatiba, foi confirmada a morte de mais um macaco com a febre amarela - agora são 14 primatas com resultado positivo para a doença no município. Desde a confirmação da morte de um idoso de 76 anos com a febre, no último dia 18, a vacinação foi intensificada na cidade. O Ambulatório Central de Especialidades do Sistema Único de Saúde (SUS) passou a funcionar até 21 horas.

O paciente residia na zona rural, na divisa de Itatiba com Jundiaí. De acordo com a Secretaria de Saúde, em abril, toda a população rural já havia sido vacinada, com imunização de casa em casa. Desde o início do ano foram aplicadas 70 mil doses de vacina na cidade.

Em Campinas, a vacinação foi intensificada depois que dois saguis morreram com a doença fora da região do Distrito de Sousas, onde tinham acontecido mortes de bugios no primeiro semestre. Os saguis, animais menos sensíveis à doença, morreram no Jardim das Paineiras, região leste, e no Parque Jambeiro, na zona sul. As mortes mais recentes, segundo o Departamento de Vigilância em Saúde, indicam que o vírus está mais próximo da área urbana, o que é motivo de alerta. No sábado, 28, a Secretaria de Saúde realiza o "Dia D" contra a febre amarela. Entre 8 e 17 horas, os 64 centros de saúde vão aplicar a vacina em dose única a moradores com mais de nove meses e que ainda não foram vacinados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos