Foi uma reação delirante de Minas e Goiás, diz Tasso sobre bate-boca

Julia Lindner e Renan Truffi

Brasília

  • Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati (CE), classificou a confusão entre ele e deputados do PSDB como "uma reação delirante" e "uma coisa meio atabalhoada". "Esse PSDB desses caras não é o meu PSDB", criticou após o episódio. Durante reunião da bancada tucana na Câmara, nesta terça-feira, 31, integrantes da ala governista do partido bateram boca com o senador cearense e chegaram a trocar ameaças de agressão com parlamentares do grupo oposicionista.

A reunião foi convocada pelo líder do PSDB na Casa, deputado Ricardo Tripoli (SP), para que o publicitário Moriael Paiva, da empresa Big Data, contratado por Tasso, fizesse uma exposição sobre o plano de reestruturação de comunicação do PSDB nas redes sociais. A contratação provocou reações negativas porque Moriael foi responsável pela campanha do governador Fernando Pimentel (PT) em 2014, que derrotou a candidatura de Pimenta da Veiga, apoiado por Aécio Neves, ao governo de Minas Gerais.

"Foi uma reação delirante de Minas e Goiás. Não entendi, uma coisa atabalhoada. Esse PSDB desses caras não é o meu PSDB. Mas enquanto eu for presidente interino vou continuar até o fim com o projeto de reestruturar o PSDB", comentou Tasso. Ele reafirmou que manterá a contratação do publicitário, que ele diz ter conhecido como assistente do ex-ministro falecido Sérgio Motta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos