Corpo de bebê recém-nascido some de hospital no Rio e pais não fazem enterro

Ana Paula Niederauer

São Paulo

Uma família do Rio de Janeiro não conseguiu enterrar o corpo de um bebê recém-nascido porque funcionários do Hospital Pasteur, no Méier, na zona norte, não sabem onde está o corpo da criança. Segundo informações da TV Globonews, o enterro da criança seria na terça-feira,7, mas foi cancelado porque os parentes foram informados pela direção do hospital que o corpo desapareceu.

A grávida passou mal e foi encaminhada ao hospital no sábado, 4. A criança teria morrido no domingo ainda na barriga da mãe.

Em entrevista à emissora, Wanderson Nunes, pai do bebê, disse que a direção do hospital o informou que o filho dele poderia ter sido jogado fora 'sem querer' por ser pequeno ou por engano ter sido levado a uma outra funerária.

Em nota, o hospital lamenta o episódio e diz que instaurou uma sindicância interna para apurar os fatos. Segundo o texto, o Hospital Pasteur permanece em contato com a família.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos