Justiça confirma em nota escolha de Fernando Segóvia para direção-geral da PF

Carla Araújo

Brasília

Depois de um encontro do ministro da Justiça, Torquato Jardim, com o presidente Michel Temer, e com o delegado Fernando Segóvia, a pasta emitiu uma nota confirmando a troca no comando da Polícia Federal. No texto, há agradecimentos ao agora ex-diretor Leandro Daiello.

"O Ministério da Justiça comunica que o senhor Presidente da República escolheu nomear o Delegado Fernando Segóvia como novo diretor-geral do Departamento de Polícia Federal. Nesta mesma oportunidade, o ministro da Justiça expressa ao Delegado Leandro Daiello seu agradecimento pessoal e institucional pela competente e admirável administração da Polícia Federal nos últimos seis anos e dez meses", diz o comunicado.

A decisão e o anúncio da troca no comando da PF foram antecipados pela colunista do jornal O Estado de S. Paulo, Eliane Cantanhêde.

A nota traz ainda um breve currículo do novo comandando da PF. "Segóvia é advogado formado pela Universidade de Brasília, com experiência de 22 anos na carreira. Foi superintendente regional da PF no Maranhão e adido policial na República da África do Sul, tendo exercido parcela importante de sua carreira em diferentes funções de inteligência nas fronteiras do Brasil."

Torquato e Segóvia estiveram com o presidente na tarde desta quarta-feira, 8, no Palácio do Planalto. Havia a expectativa de uma coletiva para anunciar a troca, mas depois da reunião ficou definido que Torquato escolheria o formato do anúncio. Minutos depois a assessoria do ministério divulgou a nota oficial.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos