Sérgio de Castro assume mandato de senador em licença de Ricardo Ferraço

Julia Lindner

Brasília

  • Ueslei Marcelino/Reuters

    13.jun.2017 - Ricardo Ferraço deixa o Senado

    13.jun.2017 - Ricardo Ferraço deixa o Senado

O empresário Sérgio de Castro (PDT-ES) tomou posse como senador nesta quarta-feira (8) no lugar do tucano Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que pediu licença do mandato por 120 dias. Ferraço alegou que decidiu se afastar por discordar da decisão do Senado que devolveu o mandato ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeita de corrupção passiva e obstrução de justiça. Mais cedo, antes de deixar o mandato, Ferraço participou do evento na liderança do PSDB do Senado para anunciar a candidatura do senador Tasso Jereissati (CE) à presidência do partido.

Em seu primeiro discurso, Castro defendeu a aprovação da reforma previdenciária. Ele afirmou que o País "aceita inaceitáveis valores totais de remunerações para um pequeno grupo de corporações de servidores que transformam estes poucos e exclusivos beneficiários privilegiados numa verdadeira aristocracia da República". "A esperada discussão da reforma da Previdência nos dará uma oportunidade de atuar, de reagir na direção correta, reduzindo benefícios de alguns poucos privilegiados, repito, em favor, primeiro, do equilíbrio fiscal, mas também, e principalmente, em favor dos mais pobres, dos mais necessitados."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos