Onça-parda se recupera em hospital após ser atropelada em rodovia do interior

José Maria Tomazela

Sorocaba

ma onça-parda adulta está internada no hospital veterinário do Centro Universitário de Rio Preto (Unirp), depois de ter sido atropelada numa rodovia de Colina, interior de São Paulo, na última terça-feira, 7.

O felino, atingido por um veículo na Rodovia Dona Genoveva Lima de Carvalho Dias (SP-373), teve fraturas na clavícula, na escápula - um osso do peitoral - e em vértebras da cauda. O animal foi levado para o hospital da Unirp pela Polícia Ambiental.

De acordo com a médica veterinária Tatiana Cruvinel, o felino se recupera sem necessidade de cirurgia e não corre risco de morrer.

"É um macho adulto, pesando cerca de 50 quilos, o maior exemplar da espécie que já recebemos. Está sendo tratado e medicado, com certeza vai se recuperar", disse.

A veterinária, que também é docente da universidade, acredita que logo será possível devolver a onça à natureza. "É um espécime bem selvagem, bravo e arredio, o caminho natural é a soltura", disse. Ainda não há previsão de quando a onça será devolvida à mata.

A onça-parda foi atingida com violência por um veículo não identificado, mas conseguiu sair da pista e se arrastou até um seringal. Funcionários da propriedade entraram em contato com o Corpo de Bombeiros.

Com apoio da Polícia Militar Ambiental, os bombeiros usaram dardos para imobilizar o felino que, mesmo ferido, estava muito agitado. As fraturas foram constatadas em radiografias feita no hospital veterinário. A unidade é referência da Ambiental para o encaminhamento de animais silvestres feridos ou vítimas de maus tratos e recebe cerca de 400 espécimes por ano.

LOBOS - Dois lobos-guarás também foram resgatados pela Polícia Ambiental este mês, depois de invadirem áreas urbanas, no interior paulista. Os animais sofrem perda de habitat, por isso são considerados "quase ameaçados" na natureza.

No último dia 2, uma criança de 11 anos se deparou com um exemplar quando brincava no quintal da casa, no Parque Shangrilá, em Pindamonhangaba. A dona do imóvel, Kelly Rocha, acionou os bombeiros. No dia seguinte, outro lobo da mesma espécie invadiu uma granja de aves em Bastos. O animal estava desnutrido. Nos dois casos, os espécimes foram encaminhados para tratamento e posterior soltura na natureza.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos