Pestana: Aécio comunicou ao senador Tasso; não é verdade que foi unilateral

Felipe Frazão

Brasília

O deputado federal Marcus Pestana (PSDB-MG) usou a tribuna da Câmara nesta quinta-feira, 9, para defender a destituição do senador Tasso Jereissati (CE) da presidência interina do PSDB nacional. O ato foi realizado pelo senador Aécio Neves (MG), de quem Pestana é aliado. Ele afirmou que o partido vive uma "autofagia" em público e que Tasso foi presidente apenas de uma facção na legenda.

"O senador Aécio comunicou ao senador Tasso, não é verdade que foi unilateral. É totalmente legítima a decisão de Aécio. Goldman tem capacidade de coordenar a disputa", afirmou o deputado mineiro. "Aprendi com a minha mãe que roupa suja a gente lava em casa, essa autofagia pública em foro inadequado."

Em carta, Aécio afirmou que conversou com Tasso e comunicou que ele seria afastado por causa do lançamento de sua candidatura à presidência do partido na convenção marcada para dezembro. Ele deve disputar com o governador de Goiás, Marconi Perillo. Aécio, que estava afastado desde a eclosão do escândalo da JBS, reassumiu o cargo e na sequência se licenciou de novo, indicando para ficar na presidência o ex-governador paulista Alberto Goldman.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos