Topo

Novo oficializa João Amoêdo como pré-candidato à Presidência

Divulgação
O carioca João Dionísio Amoedo é fundador do Partido Novo Imagem: Divulgação

Simone Cavalcanti

São Paulo

18/11/2017 18h10

O presidente do Novo, Moisés Jardim, anunciou neste sábado (18) o banqueiro João Amoêdo, fundador do partido, como pré-candidato à Presidência da República para as eleições do ano que vem. "Eu não acredito em salvador da pátria, acredito em time", disse Amoêdo ao subir ao palco, em São Paulo.

Fundado em 2015, o partido faz neste sábado, na capital paulista, seu terceiro encontro nacional, e tem como meta eleger 30 deputados federais em 2018.

Diante de uma plateia de cerca de mil pessoas, entre filiados e simpatizantes, ele foi aclamado ao perguntar: "estamos juntos nesse negócio?". "Precisamos estar obstinados e conscientes do caminho até lá", emendou, recebendo grito de "Brasil pra frente, João presidente".

Segundo Amoêdo, o objetivo é transformar o país em algo que está idealizado na base do Partido Novo, ou seja, "um Brasil seguro em primeiro lugar, um País simples, com sociedade baseada em princípios e valores, sem burocracia, um país livre, onde o cidadão tenha liberdade, sem tutela do Estado. E um País onde todos possam chegar lá."

O Novo deve anunciar dentro de 30 dias os pré-candidatos ao governo de alguns Estados, como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. O ex-técnico da seleção brasileira de vôlei Bernardinho afirmou neste sábado que considera se candidatar ao governo fluminense pelo partido.