PUBLICIDADE
Topo

Moreira Franco acredita que PSDB apoiará a reforma da Previdência

Alan Marques/Folhapress
Imagem: Alan Marques/Folhapress

Fernanda Nunes

Rio de Janeiro

25/11/2017 14h01

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), conta com o apoio do PSDB para aprovar a reforma da Previdência, ainda que os tucanos deixem de compor a base de apoio do governo, disse o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, neste sábado (25).

"Não acredito que a essa altura vão dar para trás", afirmou o ministro, após participar de cerimônia de entrega de 820 residências do programa Minha Casa Minha Vida, no bairro de Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.

A tese do governo é que a reforma da Previdência é uma bandeira recorrente de governos tucanos e que, portanto, não haveria justificativa para abandoná-la agora.

"Não acredito que qualquer atitude que o PSDB tome no campo político afete, porque eles já se manifestaram favoráveis à [reforma da] Previdência. No programa deles, como no governo Fernando Henrique [Cardoso], ao longo desses anos todos, tomaram a iniciativa de colocar na pauta a questão da Previdência", disse.

Segundo Moreira Franco, a reforma da Previdência é a prioridade e única preocupação de Temer, que não estaria preocupado neste momento com as eleições de 2018 e com a formação de alianças partidárias para enfrentar uma possível candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no ano que vem. "Prioridade é uma palavra singular. Não é plural. Agora não se pensa em eleição", afirmou.

A uma plateia de centenas de cariocas que ocuparão os apartamentos entregues neste sábado, o ministro anunciou que o presidente Temer entregará outras 20 mil unidades do Minha Casa Minha Vida em dezembro, em todo o país. A Caixa Econômica Federal, por meio da assessoria de imprensa, não soube informar se esse número é compatível com o número de entregas de anos passados.

"O presidente Temer tem se dedicado para soltar de maneira afirmativa que o Brasil voltou. Essa é a garantia de emprego e renda, de que vamos dar aos nossos filhos e netos uma vida melhor", discursou.

Após o evento, Moreira Franco ressaltou ainda à imprensa que, no ano que vem, o governo vai retomar mais de 7 mil obras paralisadas, dentro do programa Avançar, lançado pelo presidente neste mês.