Presos das facções rivais PCC e CV são transferidos entre Rio e SP

Sandro Villar, especial para o Estado

Presidente Prudente

Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) deixou o Rio de Janeiro e pousou na quinta-feira, 30, no aeroporto de Presidente Prudente, no oeste paulista, trazendo 21 presos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC). Eles cumpriam penas em presídios fluminenses por crimes cometidos no Estado do Rio. Ao voltar para o Rio, a aeronave levou 32 presidiários do Comando Vermelho (CV). Eles estavam detidos na Penitenciária de Florínea, na região de Assis.

As transferências foram necessárias para evitar confrontos entre militantes das facções rivais, segundo fontes de segurança ouvidas pela reportagem.

Foi montado um rigoroso esquema de segurança no aeroporto de Presidente Prudente. A Polícia Militar usou o helicóptero Águia e teve a ajuda de policiais civis do Grupo de Operações Especiais (GOE) e de agentes penitenciários.

O assunto está sendo tratado com discrição e, por isso, a PM não divulgou detalhes da operação,por exemplo, o número de policiais envolvidos.

Após o desembarque, os 21 detentos foram levados para a Penitenciária P1 de Presidente Venceslau. A previsão é de que eles sejam transferidos para presídios do oeste paulista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos