Prefeitura de Porto Alegre exonera servidor preso pela PF por estupro de criança

Julia Affonso

A Prefeitura de Porto Alegre afirmou em nota que exonerou o servidor preso em flagrante pela Polícia Federal por estupro de vulnerável, na madrugada da última segunda-feira, 4.

A PF relatou que a mãe da menina, de seis anos de idade, contou que "o ato libidinoso teria ocorrido durante voo entre Guarulhos e Porto Alegre, enquanto a criança dormia". A mãe percebeu o abuso e acionou a tripulação do voo, que comunicou o fato à Polícia Federal.

Segundo a PF, o homem é do Rio de Janeiro, tem 49 anos e já trabalhou como professor de português em escolas de Porto Alegre. Ele está preso na Superintendência da PF em Porto Alegre, à disposição da Justiça Federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos