Três homens são condenados pelo assassinato da cantora Loalwa Braz

São Paulo

A 1ª Vara de Saquarema (TJ) condenou três homens acusados de matar a cantora Loalwa Braz, do grupo Kaoma, em janeiro de 2017. A cantora foi encontrada morta dentro de um carro incendiado em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, no dia 19 de janeiro do ano passado. Loalwa ficou nacionalmente conhecida pelo hit de lambada "Chorando se Foi", sucesso no final dos anos 1980. Foram condenados por latrocínio Wallace de Paula Vieira, de 23 anos, Gabriel Ferreira dos Santos, 21, e Lucas Silva de Lima, 18.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos