Febre amarela mata 6 em Minas, 3 na região metropolitana de BH

Júlia Marques

São Paulo

Minas Gerais confirmou nesta quarta-feira, 10, seis mortes no por febre amarela. O balanço da Secretaria de Estado de Saúde considera registros a partir de julho de 2017. Dos sete casos confirmados da doença no período, em apenas um o paciente foi curado. Os registros são de pessoas que não haviam tomado a vacina e com idades entre 33 e 51 anos.

Entre as mortes registradas em Minas Gerais, três ocorreram em Nova Lima e Brumadinho, municípios da região metropolitana de Belo Horizonte. O Estado ainda investiga dez relatos de infecção pelo vírus da febre amarela. Em 21 municípios mineiros, foram encontrados macacos mortos por causa da doença.

O Estado estima que oito em cada 10 pessoas estejam vacinadas, mas, em 42% dos municípios, a cobertura vacinal ainda não chega a 80%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos